quinta-feira , 26 maio 2022
17b228db-e1a9-4ffc-8733-f3f9c51446c5

Sessão Aberta: Podcast do MPF/SP analisa marco temporal e outros riscos aos direitos dos povos indígenas

Nossa convidada é a antropóloga Deborah Stucchi


Arte: Ascom MPF/SP

A nova edição do Sessão Aberta – o podcast do MPF em São Paulo já está no ar para falar sobre as ameaças aos direitos dos povos indígenas no Brasil. Em junho, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar o julgamento sobre o chamado marco temporal, tese jurídica que, caso prevaleça, colocará em risco a integridade de grande parte das terras indígenas no país. O tema interessa diretamente a ruralista e mineradores.

Mas o marco temporal não é o único desafio que os povos originários enfrentam hoje na luta por seus direitos. Diversos atos normativos do governo federal já causam prejuízos a essas comunidades, e uma série de projetos de lei em tramitação no Congresso pode fragilizar ainda mais sua permanência nos territórios e a própria existência dos grupos étnicos.

Nossa convidada para analisar esse cenário de ataques aos indígenas é a antropóloga Deborah Stucchi. Ela é integrante da Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise (Sppea) do Ministério Público Federal.

O Sessão Aberta está disponível em diversas plataformas digitais. Escolha a sua preferida:

Spotify | Deezer | Google Podcasts | Apple Podcasts | Castbox | Stitcher

 

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal em São Paulo
twitter.com/mpf_sp
facebook.com/MPFSP
youtube.com/mpfspcanal

Informações à imprensa:
saj.mpf.mp.br
(11) 3269-5701

Verifique também

6e037f78-df6e-4a7e-85bb-e6c08e853990

Defesa territorial é fundamental para assegurar proteção de mulheres e crianças yanomami, defende MPF em audiência pública

Durante debate na Câmara dos Deputados, procurador apontou o garimpo ilegal como principal fator de risco para a comunidade indígena