sábado , 27 novembro 2021
aa45f561cd543918733dd987cfc5fa7c-1

Prefeitura edita decreto que retoma as atividades integralmente presenciais na Rede Privada de Ensino

A Prefeitura de Cuiabá publicou na edição do Gazeta Municipal de sexta-feira (29) o Decreto 8.733/2021. Mediante a normativa editada pelo prefeito em exercício, José Roberto Stopa, foi definida a retomada das atividades integralmente presenciais nas unidades da rede privada em todos os níveis. A adoção do sistema hibrido até então vigente passa a ser facultativo, não mais obrigatório, ficando a decisão a cargo das próprias unidades de ensino.

A nova medida se dá em razão da aplicação de mais de 770 mil (setecentas e setenta mil doses) da vacina contra o coronavírus, o que reforça o extremo cuidado da administração pública na preservação da saúde e do bem estar da população, sem descuidar das necessidades básicas do cidadão, dentre elas o pleno acesso à educação, de forma compatível com as medidas de segurança à saúde.

Para fins do disposto no presente decreto, deverão ser observadas rigorosamente as medidas de biossegurança. 

Diante do previsto, fica dispensada limitação de número de alunos por sala de aula, sem prejuízo da observância de manutenção de distanciamento necessário.

O presente decreto entra em vigor a partir da data da publicação.

Segue decreto na íntegra:

DECRETO Nº 8.733 DE 29 DE OUTUBRO DE 2.021.

 

DISPÕE SOBRE MEDIDAS TEMPORÁRIAS E

EMERGENCIAIS VISANDO A PREVENÇÃO DE

CONTÁGIO PELO NOVO CORONAVÍRUS

(COVID-19), NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE

CUIABÁ, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

 

O Prefeito Municipal de Cuiabá-MT, no uso das atribuições que lhe são conferidas

pelo inciso VI do art. 41 da Lei Orgânica do Município,

 

CONSIDERANDO que o artigo 196 da Constituição Federal reconhece a saúde

como um direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas

sociais e econômicas que visem à redução do risco de doenças e de outros agravos e ao

acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação;

 

CONSIDERANDO que a educação, segundo a Constituição Federal, é direito de

todos e dever do Estado e da família, e deverá ser promovida e incentivada com a colaboração

da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da

cidadania e sua qualificação para o trabalho;

 

CONSIDERANDO que o princípio da Dignidade da Pessoa Humana bem como os

valores Sociais do Trabalho e da Livre Iniciativa constituem fundamentos da República

Federativa do Brasil;

 

CONSIDERANDO o fato de que o Plano Municipal de Imunização Municipal está

em pleno andamento, com o quantitativo de mais de 770.000 (setecentos e setenta mil) doses

de vacinas aplicadas 1 ;

 

CONSIDERANDO o firme e reiterado comprometimento da Administração Pública

com a preservação da saúde e bem estar de toda população cuiabana, sem descurar das

1 https://vacina.cuiaba.mt.gov.br/

 

necessidades básicas do cidadão, entre elas o pleno acesso a educação, de forma compatível

com as medidas de segurança à saúde;

 

DECRETA:

 

Art. 1º Fica determinado o pleno restabelecimento das atividades integralmente

presenciais nas unidades da rede privada de ensino em todos os níveis.

 

Parágrafo único. O sistema hibrido de ensino até então vigente, passa a ser

facultativo, mediante decisão das próprias unidades da rede privada de ensino.

 

Art. 2º Para fins do disposto no presente decreto, deverão ser observadas

rigorosamente as medidas de biossegurança outrora determinadas pela autoridade sanitária

Municipal, sob pena de aplicação das penalidades legais cabíveis.

 

Parágrafo único. Diante do previsto no caput do artigo 1º, fica dispensada limitação

de número de alunos por sala de aula, sem prejuízo da observância de manutenção de

distanciamento necessário.

 

Art. 3º O presente Decreto entra em vigor na data da sua publicação.

 

Palácio Alencastro em Cuiabá – MT, 29 de outubro de 2021.

 

JOSÉ ROBERTO STOPA

 

PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ EM EXERCÍCO

Verifique também

- Foto por: Gefron

Forças de segurança apreendem helicóptero com mais de 324kg de cocaína em Comodoro

Operação conjunta conseguiu prender três pessoas em flagrante; prejuízo ao crime é de mais de R$ 9,9 milhões