segunda-feira , 8 agosto 2022
4946979864d6ae984a87b6bedc675705-1

Prefeito Emanuel Pinheiro e diretor-geral da ECSP lamentam morte de enfermeira

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro e o diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Paulo Rós, lamentam profundamente o falecimento da enfermeira Fabiana Maria Amado Silva, 39 anos, que trabalhava no Hospital Municipal de Cuiabá Dr. Leony Palma de Carvalho ( HMC) desde 01/12/2019.

Conforme noticiado na imprensa, Fabiana foi encontrada morta na madrugada desta segunda-feira (1), em sua residência no bairro Parque Paiaguás, município de Várzea Grande. Vítima de homicídio doloso.

“A enfermeira Fabiana foi brutalmente assassinada, estou profundamente abalado com o que aconteceu. Rogo a Deus para que conforte a família neste momento tão difícil e torço para que a polícia chegue até o culpado, e que a justiça seja feita”, disse o prefeito.

Paulo Rós, diretor-geral da ECSP,  destaca que Fabiana era uma funcionária exemplar. “Ótima funcionária, extremamente dedicada ao trabalho, vai deixar um vazio muito grande. Que Deus conforte à família e amigos”, disse.

Fabiana ingressou no HMC após passar em um processo seletivo. Ela atuava como enfermeira no período diurno e cursava o quinto semestre do curso de odontologia. 

Ainda não foram divulgadas informações sobre o velório e sepultamento.

Verifique também

49145ebd4e9ed79c4486b200c489bc81

Prazo para governo assinar TAG sobre auditoria de receita pública vai até 24 de agosto

Thiago Bergamasco/TCE-MT A efetividade da auditoria sobre a receita pública estadual, que apontou 44 fragilidades …