domingo , 26 junho 2022
picture.jpg

Polícia descobre que funcionário de necrotério fez sexo com cadáver de participante de Big Brother

Um funcionário de necrotério na Rússia foi demitido após um exame de DNA comprovar que ele havia feito sexo com o cadáver de uma ex-participante da versão do Big Brother no país. Oksana Aplekaeva foi assassinada em 2008. O corpo da jovem foi achado à beira de uma estrada por um caminhoneiro.

Alexander Aplekaeva, de 37 anos, continuava trabalhando no necrotério quando a polícia recebeu uma denúncia. O corpo de Oksana foi exumado e os testes revelaram a presença de material genético de Alexander no cadáver.

O russo não será indiciado, já que a legislação local não pune necrofilia. De acordo com a polícia, não há indício de que Alexander tenha feito sexo com outros cadáveres e que tenha relação com a morte de Oksana.

Reportagem do “Daily Mail” contou, ainda, que, após o escândalo, Alexander foi abandonado pela esposa.

Por EXTRA

Verifique também

Manifestantes queimam bandeiras dos EUA após decisão sobre aborto

Manifestantes queimam bandeiras dos EUA após decisão sobre aborto

RAFAEL BALAGOWASHINGTON, EUA – Um grupo de cerca de 30 manifestantes vestidos de preto e …