segunda-feira , 8 agosto 2022
1fb59ac3-5073-427d-9fc0-a4a37c10b871

PGR lamenta morte do humorista Jô Soares

Em nota, Augusto Aras cita inteligência, criatividade e bom-humor do artista, que morreu nesta sexta-feira (5) em São Paulo, aos 84 anos


Arte: Secom/MPF

Em nota, o procurador-geral da República, Augusto Aras, lamenta a morte do humorista e escritor Jô Soares, ocorrida na madrugada desta sexta-feira (5), em São Paulo. O artista tinha 84 anos e estava internado no Hospital Sírio-Libanês.

“Perdemos mais do que alguém que amou e exaltou o Brasil e os brasileiros de forma singular. Perdemos alguém que com sensatez, inteligência, humor, criatividade e equilíbrio, tudo bem balanceado, soube entender e explicar o país.

Vá em paz, querido Jô Soares. Força para sua família e amigos, que, como nós, ficam sem um ser humano cada vez mais necessário ao Brasil e ao mundo”.

Verifique também

Recomendações do MPF fundamentam projeto de lei da Câmara dos Deputados sobre fiscalização financeira do setor público

Objetivo é garantir a transparência na aplicação de recursos federais