sexta-feira , 20 maio 2022
Paulo Vieira é chamado de 'lixo' e atacado por torcida de Eslovênia após piada

Paulo Vieira é chamado de ‘lixo’ e atacado por torcida de Eslovênia após piada

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Conhecido por trazer humor ácido e crítico no quadro de humor “Big Terapia” do Big Brother Brasil 22 (Globo), Paulo Vieira, 29, deixou a torcida de Eslovênia, 25, irritada ao fazer uma piada sobre a aceitação da participante fora da casa. O momento foi exibido nesta noite de quarta-feira (16), e se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter.


O humorista deu a entender que ninguém gosta da Miss Pernambuco e isso não agradou grande parte dos internautas que torcem e acompanham Eslovênia. Os telespectadores subiram a hashtag “EU GOSTO DA ESLO” e repudiaram o comentário.

“Não deem palco pra humorista que se acha humorista. É fácil chutar cachorro morto”, escreveu uma internauta. “Eu acho normal o programa tirar sarro dos participantes assim como acho o fandom [torcida] ficar com raiva, o que já não acho normal é contratado ficar batendo boca com fandom… Eu já imagino que é só o ego falando mais alto”, comentou outra pessoa no Twitter.

Paulo Vieira se posicionou também na rede social e alfinetou ainda mais os fãs de Eslovênia. “Eu promovo apenas a zoeira. Durmam em paz cactos da shopee”, disse. “Tá engraçado acompanhar KKKKKKKKKK”, escreveu em outra publicação.

Vieira repostou uma série de tuítes ofensivos que o chamavam de “lixo”, “mamute”, “ridículo”, entre outras coisas. “Humorista que propaga ódio não tem vez”, apontou uma telespectadora. “Você não gosta de fazer chacota? Pois receba”.

O comediante ainda ironizou o fato de que o assunto estava repercutindo além do que deveria. “Já tem mais de hora que meu quadro acabou e nem faz sentido eu ainda estar nos TTs. Deixa eu dar oportunidade pros outros”, publicou.

Verifique também

James Gray vai a Cannes com Anne Hathaway e reflete os EUA de Trump na era Reagan

James Gray vai a Cannes com Anne Hathaway e reflete os EUA de Trump na era Reagan

(FOLHAPRESS) – É nos créditos finais de “Armageddon Time” que o Brasil faz o que …