quinta-feira , 18 agosto 2022
picture.jpg

Juiz leva soco e cai desmaiado em audiência

O juiz de direito João Luciano Sales do Nascimento, do Juizado Especial Cível e Criminal de Praia Grande (SP), foi agredido com um soco na boca e permaneceu alguns segundos desacordado durante uma audiência nesta sexta-feira (15). 

A agressão ocorreu depois que o magistrado foi xingado e deu voz de prisão para o suposto autor da agressão, o desempregado Marcus Vinícius Ribeiro Feijó, conforme boletim de ocorrência da Polícia Militar.

Feijó participava de uma audiência de conciliação no Cejusc (Centros Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) de Praia Grande com a presença do advogado dele, que também é seu pai. A chefe do Cejusc chamou o juiz, que estava em seu gabinete, depois que o advogado do suposto autor do ataque começou a atrapalhar a conciliação.

O juiz foi, então, até a sala de conciliação, que fica num prédio anexo. O advogado, que aparentava estar agitado, segundo relato da polícia, pediu a palavra, o que foi negado.

O magistrado começou a anotar a ocorrência, quando foi xingado pelo suspeito de “macumbeiro”. O juiz questionou o suposto agressor sobre o que tinha dito, que levantou-se e reafirmou: “Isso mesmo”.

Em seguida, o juiz deu voz de prisão ao suspeito, que partiu para cima do magistrado. O advogado, também pai do suspeito, e uma funcionária do juizado precisaram conter o rapaz.

Os dois conseguiram, à força, levar o suspeito para fora da sala. Porém, o suspeito conseguiu escapar da dupla, avançou contra o juiz, em quem acertou um soco na boca. De acordo com a polícia, a vítima teria perdido por segundos a consciência e caiu no chão.

Na delegacia, o suspeito se manteve calado.

A reportagem do R7 entrou em contato com a família do suspeito, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Por R7

Verifique também

capipp2ym2ptuhl

Governador Washington Calado visita Rotary Club de Paranaíta.

Para quem estuda ou gosta de *geografia já deve ter observado que no Norte de …