sábado , 27 novembro 2021
- Foto por: Chico Valdiner- (Gcom/MT)

Indea inicia fiscalização da vacina contra aftosa na fronteira em 1º de novembro

A partir da próxima segunda-feira (01.11), médicos veterinários e agentes fiscais do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) iniciam a fiscalização quanto a aplicação da vacina contra febre aftosa, nas propriedades rurais, localizadas na fronteira entre o Brasil e a Bolívia.

As ações foram definidas durante reunião com as equipes que atuarão nesta atividade ao longo do mês, na faixa de 15 quilômetros de fronteira. Eles irão percorrer os municípios de Cáceres, Porto Esperidião, Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade. Além de verificar a imunização dos animais, será realizada a vigilância dos bovinos nos currais e a checagem da sanidade do rebanho.

Na região estão concentrados grandes rebanhos bovinos, sendo Cáceres o maior produtor do Estado, com 1,16 milhão de cabeças. Na segunda posição está Vila Bela da Santíssima Trindade com 1,08 milhão. Pontes e Lacerda em aparece em sétimo lugar, com 690 mil cabeças e o município de Porto Esperidião em nono, com 550 mil.

A iniciativa é apoiada pelos produtores rurais que reconhecem a necessidade de maior atenção para a sanidade nesta região, bem como, a necessidade de notificar qualquer suspeita de doença ao Indea.

Desde 2007, um convênio firmado entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento(Mapa) e Fundo Emergencial de Saúde Animal (Fesa) e o Indea mantém equipes de fiscalização volante e vigilância na fronteira ao longo de todo o ano. O objetivo é dar segurança à pecuária nacional e garantia de sanidade animal aos países importadores dos produtos mato-grossenses.

Verifique também

Secretária Rosamaria Carvalho encerra CIB - Comissão Intergestores Bipartite

Ações da Assistência Social são discutidas em IV Reunião Ordinária

O evento realizado através da secretaria adjunta de Assistência Social (Saas) contou com a participação de gestores e técnicos dos municípios do Estado