quinta-feira , 18 agosto 2022
Gustavo Mosquito garante vitória do Corinthians sobre o Botafogo pelo Brasileirão

Gustavo Mosquito garante vitória do Corinthians sobre o Botafogo pelo Brasileirão

Depois de perder espaço por causa das contratações de peso e ficar um mês fora por causa de uma tendinite no mês passado, o atacante Gustavo Silva, o popular Mosquito, reafirmou sua importância no elenco do Corinthians. Com um belo gol, o atacante garantiu a vitória sobre o Botafogo, por 1 a 0, neste sábado, na Neo Química Arena. Ele driblou dois defensores e finalizou no canto do goleiro Gatito.

O triunfo representa uma resposta da equipe depois da derrota amarga para o Atlético-GO na Copa do Brasil. No Brasileirão, é a terceira vitória consecutiva, sequência que mantém a equipe na caça ao líder Palmeiras. O resultado cria um clima positivo para o próximo jogo. Na terça-feira, a equipe recebe o Flamengo no jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

Com a partida deste sábado encaixotada entre duas competições diferentes, o técnico Vítor Pereira continuou o rodízio na escalação. Começaram o jogo, por exemplo, o lateral Rafael Ramos, o volante Roni e os atacantes Gustavo Silva e Giovane.

Mesmo com as mudanças, o time conseguiu controlar o jogo com facilidade, aproveitando a lentidão do Botafogo na armação das jogadas e também na recomposição defensiva. Mas faltava finalizar. O primeiro bom momento só aconteceu aos 19. Após troca de passes entre Mosquito e Róger Guedes, o argentino Fausto Vera finalizou para fora. Ele poderia ter devolvido para Róger livre na área. Embora a finalização tenha sido ruim, a chance mostrou como o lado direito era o mais caminho a ser explorado pelo ataque corintiano.

Por esse mesmo setor, o Corinthians aproveitou uma saída de bola errada para abrir o placar. Após recuperação de Roni, Gustavo Silva driblou dois defensores e finalizou de perna esquerda. Golaço. Em 32 jogos na temporada, ele marcou apenas seu 4º gol.

No segundo tempo, Gustavo continuou sendo um boa opção ofensiva. Após passe de Rafael Ramos, ele exigiu boa defesa de Gatito Fernández aos 8 minutos. Cinco minutos depois, ele errou o alvo na entrada da pequena área.

Com muita dificuldade para criar, o Botafogo conseguia ser perigoso apenas após erros do Corinthians. Foi assim aos 18 quando Erison aproveitou erro de Roni e finalizou bem – Cássio salvou. A entrada de Luís Henrique no lugar de Patrick de Paula tentou deixar o time mais veloz, mas foi pouco efetiva.

Mesmo com uma transição mais lenta após a saída de Róger Guedes e Gustavo Silva, o Corinthians ainda teve chances para ampliar. Em uma delas, Yuri Alberto quase marcou após chute do goleiro Gatito. Mesmo melhor na partida, o time da casa levou sustos. O goleiro Cássio, grande homenageado da noite por causa dos 603 jogos com a camisa do clube – superou Ronaldo, que tinha 602, no meio de semana, diante do Atlético-GO – e neste sábado disputou sua 604ª partida, realizou uma defesa salvadora aos 48 do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 BOTAFOGO

Corinthians – Cássio; Rafael Ramos, Balbuena, Bruno Méndez e Fábio Santos; Roni (Maycon), Vera e Giuliano (Du Queiroz); Róger Guedes (Yuri Alberto), Gustavo Silva (Adson) e Giovane (Willian). Técnico: Vítor Pereira.

Botafogo – Gatito Fernández; Daniel Borges, Mezenga, Philipe Sampaio e Marçal (Hugo); Tchê Tchê, Patrick de Paula (Luís Henrique), Lucas Fernandes, Piazon (Matheus); Erison e Jeffinho (Vinicius). Técnico: Luís Castro.

GOL – Gustavo Silva, aos 26 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

CARTÕES AMARELOS – Não houve.

PÚBLICO – 42.532 pagantes.

RENDA – R$ 2.860.163,50.

LOCAL – Neo Química Arena, em São Paulo.


Verifique também

Pedro elogia postura ofensiva do Flamengo e revela 'ensaio’ por golaço da vitória

Pedro elogia postura ofensiva do Flamengo e revela ‘ensaio’ por golaço da vitória

Autor do gol que deu a classificação à semifinal da Copa do Brasil para o …