sexta-feira , 20 maio 2022
Lar Doce Lar é parte do Centro Integrado de Assistência Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho

Governo de MT moderniza e entrega novo Lar Doce Lar; unidade acolhe pacientes com deficiência

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), investiu R$ 3 milhões na modernização da estrutura do Lar Doce Lar, unidade especializada em Saúde Mental que é mantida pelo Estado.

A instituição é parte do Centro Integrado de Assistência Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho e atua como residência para pessoas em regime de abandono, advindas de abrigos ou orfanatos.

“Essa unidade era abandonada pelo poder público, mas as pessoas que são acolhidas aqui estão sob a tutela do Estado. Então fizemos uma grande reforma e construímos um lar com dignidade, para que esses moradores possam ser cuidados. Esses cidadãos foram abandonados pelas suas famílias, mas não podem ser abandonados pelo Estado e não estão sendo esquecidos pela nossa gestão”, disse o governador Mauro Mendes.

O Lar Doce Lar cuida integralmente de 17 moradores, dependentes em suas atividades de vida diária, prática e produtiva. Os pacientes necessitam de cuidados por 24 horas e são acompanhados por equipes multidisciplinares, nos moldes do Sistema Único de Saúde (SUS).

“A antiga instalação do Lar Doce Lar estava bem diferente do nível de qualidade que é o perfil da nossa gestão. A entrega desta unidade é uma demonstração de que o Estado se preocupa em dar dignidade a todas as pessoas que atende ou assiste. A atual gestão também está atenta para unidades que prestam um serviço de assistência clínica, social e humana para as pessoas tuteladas pelo Estado”, ponderou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

O diretor-geral do Ciaps Adauto Botelho, Paulo Henrique Almeida, reforçou que a atual gestão faz a diferença ao reconhecer a importância das demandas ligadas à Saúde Mental. “Infelizmente a Saúde Mental foi esquecida por muitas gestões, mas hoje temos o apoio do Governo para que haja a modernização das nossas unidades”, avaliou o gestor.

A coordenadora do Lar Doce Lara, Sarah Arnoldi, avalia que o investimento vai promover a melhor assistência aos residentes da unidade. “Nós estamos cuidando integramente desses pacientes e os nossos moradores, que são pessoas com múltiplas deficiências e limitações, merecem essa casa nova. A estrutura conta com acessibilidade e todos os padrões estão sendo atendidos. Estamos devolvendo a dignidade para esses cidadãos”, concluiu.

Verifique também

a395c91fe63dbc8519ce3278086af69f62878fa201705

Botelho viabiliza poços artesianos para comunidades de Barra do Bugres

Fomento à agricultura familiar, calcário e regularização fundiária também constam nas ações