sábado , 21 maio 2022
Governador destina R$ 3,2 milhões para a orla de Santa Terezinha

Governador destina R$ 3,2 milhões para construção da orla de Santa Terezinha

O governador Mauro Mendes autorizou a destinação de R$ 3,2 milhões para a construção da orla no município de Santa Terezinha, que fica às margens do rio Araguaia.

O convênio foi assinado na manhã desta sexta-feira (11.02), junto com o prefeito Thiago Castellan, o presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi e vereadores locais.

Do valor total, R$ 2,2 milhões serão custeados pelo Governo do Estado e o R$ 1 milhão restante será arcado via emenda do deputado Max.

“Esse é mais um investimento para a cidade de Santa Terezinha. A cidade está a 1360 km de Cuiabá, é a cidade mais distante da capital, no norte do Araguaia. E como tenho dito, é dever do Estado ajudar os municípios a desenvolverem suas potencialidades”, afirmou o governador.

Mauro Mendes lembrou que, recentemente, o município também foi beneficiado pelo Estado com outro convênio para a construção de asfalto novo.

“Já liberamos R$ 4,3 milhões para asfalto e agora mais R$ 3,2 milhões para a orla. Esses recursos vão ajudar e muito o município a levar uma vida melhor aos moradores da região”, completou.

De acordo com o presidente da Assembleia, essa parceria mostra a sensibilidade do Governo do Estado em apoiar os bons projetos trazidos pelos 141 municípios.

“Isso mostra que o governador está olhando para todas as cidades de Mato Grosso. Há municípios que se sentiam esquecidos, mas essa gestão tem olhado e destinado recursos para melhorar a qualidade de vida deles”, pontuou.

O prefeito Thiago Castellan pontuou que a orla vai trazer uma opção de lazer à população, além de gerar emprego e renda.

“É uma obra que também vai fortalecer o turismo na região, pois precisamos muito de infraestrutura adequada”, ressaltou.

Verifique também

STF nega impor prazo a Lira para análise de pedidos de impeachment de Bolsonaro

STF nega impor prazo a Lira para análise de pedidos de impeachment de Bolsonaro

Os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram manter decisões que negaram impor prazo e determinar …