sábado , 27 novembro 2021
As instruções foram realizadas em áreas rurais no limite com a Bolívia

Gefron compartilha experiência de combate a crimes de fronteira

Somente neste ano, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) já compartilhou para mais de 100 policiais de Mato Grosso e Rondônia sua experiência de enfrentamento a crimes de fronteira, por meio do Estágio de Adaptação de Fronteira (EAFRON). Os participantes voltaram para as suas áreas de atuação com maior prática para identificar e combater os crimes típicos da faixa de fronteira em diferentes pontos do estado.

A última turma, 9ª edição, foi composta por 14 militares da Força Tática do Comando Regional da PM de Juína (745 km de Cuiabá) do dia 22 de outubro até 02 de novembro. As instruções foram realizadas por policiais do Gefron e ocorreram em áreas rurais no limite do município de Porto Esperidião (320 km Cuiabá) com a Bolívia.

Durante o estágio, os policiais receberam instruções de patrulha rural, abordagem e táticas de ação imediata, instrução de táticas individual, técnicas de entrevista, busca e identificação veicular, identificação de fraude documental entre outras atividades desempenhadas por policiais que atuam rotineiramente na fronteira com a Bolívia, área conhecida como corredor do tráfico de drogas no Brasil.

O Coordenador do Grupo Especial de Segurança na Fronteira, tenente coronel Fábio Ricas, destaca que os policiais treinados participam da rotina de enfrentamento aos crimes mais comuns na região de fronteira. “São técnicas relacionadas ao policiamento de fronteira, mas que podem ser úteis para qualquer unidade policial do estado, inclusive que atua fora da faixa de fronteira”, disse.

Criado há 19 anos, desde o ano passado, o Gefron vem compartilhando sua experiência com outras instituições de segurança do estado a partir do Estágio de Adaptação. “São conhecimentos que fomos aprimorando ao longo dos anos e que nesse formato de estágio foram adaptados para serem multiplicados para outras instituições policiais”, complementou Fábio Ricas.

Neste ano, quatro turmas foram treinadas, entre elas, os militares do Comando Regional de Cáceres, da Força Tática do Comando Regional de Peixoto de Azevedo, além de agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e investigadores da Coordenação de Resposta Especial (Core) da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso e policiais civis de Rondônia.

Assim vai continuar a rotina da unidade que pretende difundir a experiência em todo o estado. Até o fim do ano, o Gefron vai atender outras duas turmas que participarão do Estágio de Adaptação de Fronteira (EAFRON). Ao fim de cada treinamento, os policiais que concluírem o estágio recebem um listel indicando sua experiência adquirida. 

Verifique também

- Foto por: Da Assessoria

Setasc já realizou mais de 1,5 mil atendimentos na 3° Expedição Araguaia-Xingu

Caravana ainda passará pelos municípios de Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu e Santa Terezinha