quinta-feira , 9 dezembro 2021
Gabriel Braga Nunes diz que Percy testa limites no sexo em 'Verdades Secretas'

Gabriel Braga Nunes diz que Percy testa limites no sexo em ‘Verdades Secretas’

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um vilão capaz de tudo para conseguir o que quer. Essa é a principal característica de Percy, papel vivido por Gabriel Braga Nunes em “Verdades Secretas 2”, do Globoplay. Dez episódios já estão disponíveis na plataforma, e outros dez serão liberados nesta quarta-feira (3) –serão 50 capítulos no total.


Braga Nunes diz que Percy vai testar limites com a modelo Angel (Camila Queiroz), por quem é obcecado. “Herdeiro muito rico, ele tem a indiferença arrogante de quem pode comprar qualquer coisa e, por consequência, qualquer pessoa”, diz o ator.

Na trama escrita por Walcyr Carrasco, Percy vai fazer de tudo para que Angel se submeta aos seus desejos. Isso inclui punhos amarrados com cordas, mordidas pelo corpo e outras técnicas de sadomasoquismo.

O ator descreve a relação de ambos como intensa e diz que, embora ele queira sempre estar por perto, o relacionamento não chega a ser amoroso. “Não é uma relação romântica. Percy fica obcecado, mas não se apaixona, não tem envolvimento emocional, essa é a grande diferença.”

O universo sadomasoquista foi bastante discutido a partir de 2015, com o lançamento do filme “50 Tons de Cinza”. Nele, o ricaço Christian Grey (Jamie Dornan) submete uma mulher (Dakota Johnson) a todo tipo de fantasia sexual.

Na opinião de Braga Nunes, a comparação com seu personagem em “Verdades Secretas 2” é válida, mas há uma diferença pontual. “Christian Grey é herói, e Percy é vilão”, afirma. “Ele vai testando os limites do lema ‘são, seguro e consensual’, característico do BDSM [Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo]. Percy vai se tornando um sujeito perigoso”, explica.

Sem dinheiro, Angel volta a trabalhar com o chamado “book rosa” (prostituição) nesta segunda temporada e acaba aceitando todos os pedidos do vilão. Com um filho, ela se vê sem saída quando o garoto fica doente e ela não pode bancar o tratamento.

“O infortúnio do filho doente deixa Angel vulnerável, pois precisa de dinheiro grande. Embora não tenha compaixão, Percy é generoso, banca coisas fundamentais e cria belas oportunidades de trabalho para Angel. Exerce seu sadismo com intensidade e prazer nas noites que passam em seu quarto”, comenta Braga Nunes.

O ator também fala sobre a amizade de Percy com Ariel (Sergio Guizé). Os dois são sócios da boate Radar Club, onde boa parte da trama se desenrola, mas a relação vai enfrentar dificuldades.

“Os próprios personagens se questionam sobre os limites dessa amizade”, conta. “Trabalhar com o Guizé está sendo um prazer. Fizemos ‘Saramandaia’ [2013] juntos, mas não tínhamos contracenado”, relembra.

Com tantas nuances, o personagem de Gabriel Braga Nunes já mexe com o público, e o ator conta que tem recebido mensagens engraçadas. “As pessoas olham com bom humor. Está gostoso. Um guitarrista amigo meu, também chamado Percy, diz que as piadinhas são diárias”, diverte-se.

O papel também é bastante desafiador para ele, que precisou conhecer mais sobre sadomasoquismo –prática que, segundo ele, é mais comum do que muita gente pensa. “Pude perceber como um fetiche pode ser libertador para algumas pessoas.”

Verifique também

Tatá Werneck chora por não poder apresentar prêmio ao lado de Paulo Gustavo

Tatá Werneck chora por não poder apresentar prêmio ao lado de Paulo Gustavo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – No palco do Prêmio Multishow desta quarta (8), Tatá Werneck, …