quarta-feira , 18 maio 2022
Fifa veta estreia de novo uniforme do Palmeiras contra o Chelsea no Mundial

Fifa veta estreia de novo uniforme do Palmeiras contra o Chelsea no Mundial

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Fifa proibiu o Palmeiras de usar seu novo uniforme reserva durante o Mundial de Clubes, realizado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Se quiser utilizar a camisa branca na final contra o Chelsea, no sábado (12), o time alviverde terá de usar a linha antiga.


O veto ocorreu porque a entidade máxima do futebol veta o uso de mensagens nos uniformes de clubes e seleções que disputam os torneios organizados por ela.

O novo modelo da equipe palmeirense, lançado pela Puma há algumas semanas, contém a inscrição “por um futuro mais verde”, estampada várias vezes, de forma a criar linhas horizontais. A camisa ainda não foi usada pelo time na temporada. Já a opção na cor verde foi utilizada em jogos pelo Paulista e na semifinal do Mundial, contra o Al Ahly, do Egito.

Além de vetar mensagens, a Fifa permite o uso de apenas um patrocinador nos uniformes dos times. Por isso o Palmeiras jogou sem a marca da Faculdade das Américas e exibiu somente a da Crefisa.

Enquanto a diretoria decide com qual cor vai jogar a final, o técnico Abel Ferreira comandou nesta quinta-feira (10) o penúltimo treino antes do jogo contra o Chelsea, no estádio Mohammed Bin Zayed. Sem desfalques, o treinador deverá repetir a formação que superou o Al Ahly.

Um dos destaques do time alviverde na semifinal, o meia-campista Danilo, 20, demonstrou confiança para o confronto com os ingleses e disse que Abel está preparando surpresas táticas.

“Como fazemos com todos os times que vamos enfrentar, a gente se prepara bem dentro de campo para poder fazer o que o Abel pede e tentar ganhar. Hoje foi uma tática ali para poder surpreender no sábado. Acho que vamos surpreender, sim, e sair campeões, com fé em Deus”, afirmou o jogador.

O atleta, que acompanhou o jogo entre Chelsea e Al Hilal pela TV, fez também uma análise sobre a equipe de Londres. “Time que gosta dos contra-ataques, gosta de ter a bola, os laterais apoiam bastante, não foi nada diferente da final da Champions League, que foi mais disputada. Primeiro tempo foi mais intenso, o segundo foi mais cadenciado. Vai dar um jogão no sábado.”

Verifique também

Palmeiras recebe Emelec mirando recorde de gols da fase de grupos da Libertadores

Palmeiras recebe Emelec mirando recorde de gols da fase de grupos da Libertadores

O Palmeiras tem a chance, nesta quarta-feira, às 19h, de quebrar o recorde de gols …