sexta-feira , 20 maio 2022
Ex-jogador é morto a tiro na África do Sul durante trabalho como taxista

Ex-jogador é morto a tiro na África do Sul durante trabalho como taxista

A estação televisiva britânica BBC noticiou nesta quarta-feira, a morte de Charles Yohane, antigo jogador pelo Zimbabuê que fez toda a carreira na África do Sul, onde somou passagens por AmaZulu, Bidvest Wits e FC AK, onde terminou a carreira, em 2008.


O ex-defesa de 48 anos, que acumulava os cargos de treinador e de taxista, em Joanesburgo, cumpria as segundas funções quando foi morto a tiro, numa tentativa de ‘carjacking’. O assalto ocorreu na noite de sábado, tendo o corpo sido encontrado na segunda-feira, em Soweto.

O óbito foi confirmado à publicação pelo irmão do antigo jogador, Lewis Yohane, que não escondeu a tristeza para com o sucedido na hora de relatar a sua brutalidade: “Ele foi assaltado, levaram o carro e deram um tiro na cabeça”.

Edelbert Dinha, que compartilhou equipe com Charles Yohane durante a edição de 2006 do Campeonato Africano das Nações (CAN), explicou que tentou “ligar para o ex-jogador de sábado a segunda-feira”, mas sem sucesso, até que soube da morte.

Verifique também

Patrick festeja primeiro gol pelo São Paulo e vaga nas oitavas da Sul-Americana

Patrick festeja primeiro gol pelo São Paulo e vaga nas oitavas da Sul-Americana

Autor do terceiro gol na vitória sobre o Jorge Wilstermann, o meio-campista Patrick festejou ter …