sexta-feira , 20 maio 2022
Espanha investiga 68 casos de abuso sexual em instituições religiosas

Espanha investiga 68 casos de abuso sexual em instituições religiosas

Há pelo menos 68 processos criminais em andamento nos tribunais espanhóis relacionados com casos de abuso sexual de menores em instituições religiosas.

Os dados foram revelados hoje, mas não detalham quantas destas investigações envolvem a Igreja Católica ou outras instituições como as Testemunhas de Jeová ou a Igreja Envangélica.

Os dados foram requeridos pelo Ministério Público espanhol, em 31 de janeiro.

De acordo com o El País, os 68 processos em causa dizem respeito apenas a investigações abertas este ano, deixando de fora condenações já concluídas ou casos que nem chegam à justiça civil, acabando por ser tratados em processos eclesiásticos, nos quais são os bispos ou os superiores das ordens religiosas que se encarregam de os julgar e, em algumas situações, indenizar as vítimas.

O pedido do Ministério Público espanhol surge depois de uma investigação de uma equipe de jornalistas do El País, que revela que 1.246 menores foram vítimas de abusos sexuais em instituições religiosas nos últimos anos.

Vale lembrar que a polêmica dos abusos sexuais na igreja foi levantada depois de um relatório de uma comissão independente, divulgado no ano passado, que estima que mais de dois mil padres e outros membros do clero francês abusaram sexualmente de 200 mil menores entre 1950 e 2020.

O caso desencadeou uma série de investigações noutros países, incluindo em Portugal, onde uma comissão independente também já está verificando pelo menos mais de uma centena de testemunhos.

Verifique também

ONU diz que subiu 500% o total de pessoas com fome no mundo desde 2016

ONU diz que subiu 500% o total de pessoas com fome no mundo desde 2016

Os níveis de fome ao redor do mundo atingiram uma nova alta, segundo o secretário-geral …