quarta-feira , 18 maio 2022
Eduardo Leite faz mudança abrupta de discurso e admite disputar reeleição no RS

Eduardo Leite faz mudança abrupta de discurso e admite disputar reeleição no RS

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Após afirmar diversas vezes que não disputaria a reeleição, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), admitiu pela primeira vez a possibilidade de tentar um segundo mandato. Ele também afirmou que ficará no partido, diante de acenos do PSD.


As declarações foram dadas durante um encontro estadual do PSDB em Porto Alegre neste sábado (12) com a participação do presidente nacional da legenda, Bruno Araújo, após apelos de membros para que ele entrasse na disputa gaúcha.

“Tenho essa convicção [contra a reeleição]. Mas também tenho a convicção de que não podemos permitir que o estado se perca. Não vou me omitir nesse processo eleitoral. Não sei se será como candidato, mas tenho certeza de que vou participar como uma liderança”, discursou ao final.

Desde sua campanha e sua posse, Leite, que em novembro perdeu para o governador paulista João Doria as prévias do PSDB para a candidatura à Presidência, dizia que não concorreria à reeleição por convicção própria.

“Eu não serei candidato à reeleição. Mantenho essa disposição para que nos afastemos de qualquer disputa eleitoral antecipada. Para que foquemos, todos nós, uma base de 13 partidos políticos. E quero todos focados no que interessa para o Rio Grande do Sul”, afirmou o governador ainda em 2019.

Na época, ele tentava obter apoio de deputados na Assembleia Legislativa do estado para uma série de projetos polêmicos, como a reforma da Previdência e a mudança na carreira dos servidores e do código estadual de meio ambiente.

No encontro deste sábado, Eduardo Leite também descartou mudar de partido para disputar as eleições presidenciais.

“Eu quero agradecer muito a mensagens que me são dirigidas sobre ficar, sobre não parar, sobre ir adiante. Eu quero dizer para vocês que não precisam pedir para eu ficar, porque eu jamais sairei. Não precisam me pedir para não parar, porque eu não vou parar”, declarou.

Ele vinha recebendo acenos de Gilberto Kassab, presidente do PSD, que chegaram a incomodar o líder tucano Araújo. Em entrevista ao programa “Em Foco”, da GloboNews, no último dia 2, Kassab afirmou que Leite tem muitos admiradores no partido e que poderia haver um convite.

“Quando será que o PSD vai ter um candidato produzido nos seus próprios quadros, sem necessidade de ir buscar alternativas pulando o muro do vizinho?”, Araújo disse na ocasião à coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo.

Leite está entre os 13 governadores, pelo menos, que concederam reajuste salarial a uma categoria ou mais de servidor estadual neste ano eleitoral, segundo levantamento da Folha de S.Paulo.

O piso do magistério teve reajuste de 32% na tabela inteira do subsídio desde janeiro deste ano. Além disso, houve mudança na carreira da Brigada Militar (a PM gaúcha), Corpo de Bombeiros e Instituto-Geral de Perícias, que passaram a receber por subsídio em 2020.

Verifique também

O assunto foi abordado de forma lúdica com os estudantes do Ensino Fundamental

Escola Estadual 21 de abril promove conscientização contra a violência sexual

Entre os dias 10 e 13 de maio os estudantes participaram de palestras, roda de conversa e organizaram passeata de mobilização da comunidade