sexta-feira , 20 maio 2022
Em solenidade, servidores e convidados relembraram fatos vividos no prédio, que é quase um sinônimo de Polícia Federal

Edifício Máscara Negra tem suas atividades encerradas

Brasília/DF – Depois de 45 anos abrigando servidores e colaboradores da PF e prestando atendimento à sociedade, o Máscara Negra encerrou as atividades em cerimônia realizada nesta sexta-feira (29/4), em Brasília/DF. A antiga Sede da Polícia Federal, que recebeu apelido devido a seus vidros negros e formato das colunas, cedeu lugar ao novo.

O projeto arquitetônico do Máscara foi desenvolvido em 1967 pelos arquitetos Jaime Lerner, Marcos Prado e Domingos Bongestab, após vencerem um concurso. Foram anos de obras até o prédio ser inaugurado em 21 de julho de 1977, com a presença do então Presidente da República, General Ernesto Geisel, do Ministro da Justiça, Armando Ribeiro Falcão e do 1º Diretor-Geral da PF, Coronel Moacyr Coelho.

Em suas considerações, o Diretor-Geral da Polícia Federal, Márcio Nunes de Oliveira, destacou fatos ali ocorridos. “Quantas gerações de policiais e servidores aprenderam o que é a Polícia Federal dentro dessas paredes de vidro. Quantas operações foram idealizadas; quantos momentos de tensão; quantas alegrias pelos resultados positivos que colocaram a PF dentre as instituições mais respeitadas do Brasil”, relembrou.

O Diretor-Geral ressaltou ainda que, ao contrário de outras despedidas, este não é um momento triste, pois a PF seguirá com sua missão. “Permaneceremos voltados para o futuro e para a modernidade, sem esquecer e desmerecer a importância do nosso passado e da nossa história, pois é assim que se constroem as trajetórias das pessoas, das instituições e dos países”.

Como lembrança, ainda, réplicas do prédio foram entregues aos ex-Diretores-Gerais, Diretores Centrais e autoridades convidadas.

A Direção-Geral aproveitou a oportunidade para homenagear, também, os vencedores dos prêmios do Primeiro Concurso de Inovação da Polícia Federal. O objetivo do concurso é incentivar a implantação de práticas inovadoras no âmbito do órgão, em especial nas Superintendências Regionais.

Durante a solenidade, os primeiros colocados no concurso receberam um certificado de homenagem e um cheque simbólico que garante aumento da cota orçamentária das unidades vencedoras do prêmio.

A cerimônia foi prestigiada com a execução do Hino Nacional e do Hino da Polícia Federal, orquestrados pela Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. No encerramento, um coquetel de confraternização foi servido a todos os presentes no hall do prédio.

 

Coordenação-Geral de Comunicação Social da Polícia Federal

Contato: (61) 2024-8717

Verifique também

Sergipe.jpeg

PF cumpre mandado contra suspeito de explorar pornografia infantil na internet

Durante a ação, o investigado foi preso em flagrante