segunda-feira , 16 maio 2022
aaea0bd4df45d742128ee183e5778cc8-1

Crianças de 5 a 11 anos das comunidades rurais Pequizeiro e Nova Esperança recebem a primeira dose da vacina contra o coronavírus

As comunidades Pequizeiro e Nova Esperança, localizadas na zona rural de Cuiabá,  receberam na manhã de sábado (5) uma equipe do Programa AMOR – Assistência Médica e Odontológica Rural, que esteve no local para realizar a imunização contra o coronavírus das crianças de 5 a 11 anos. A vacinação aconteceu na Escola Municipal de Educação Básica Rural do Nova Esperança.

Segundo o enfermeiro responsável pela Equipe 1 do Programa AMOR, Marcelo Coelho, cerca de 200 crianças de 5 a 11 anos receberam a primeira dose da vacina. “Comunicamos o líder comunitário da região sobre a vacinação e ele fez o contato com a escola, que já tem os dados das crianças. A própria escola fez a divulgação para as comunidades”, revelou o enfermeiro.

Acompanhando a van do Programa AMOR, uma ambulância da Prefeitura de Cuiabá também esteve presente durante a ação. “Pedimos uma ambulância para nos acompanhar à vacinação das crianças, pois seria um resguardo caso alguma criança apresentasse alguma reação adversa com a vacina. É um suporte que precisávamos ter para emergência, caso isso viesse a acontecer”, explicou Marcelo.

A dona de casa, Laurita Rodrigues de Paula, 38 anos, não via a hora de vacinar o Antonio Augusto, de 6 anos, tanto que ele foi o primeiro a receber a vacina entre as crianças da comunidade. “Estava ansiosa para vacinar meu filho, porque já me imunizei e os meus outros filhos também, de 18, 15 e 14 anos. Agora estou mais tranquila. Se não fosse a equipe do Programa AMOR, seria difícil para nós, que não temos muitas condições, sair daqui para levar as crianças para vacinar. Para nós é muito importante essa ação”, comentou.

Avó do David Kauan, 11 anos, Deivison Luan, 10 anos e Nielly Maísa, 6 anos, a dona de casa Edivina Martins de Araújo, 48 anos também estava ansiosa por este momento. “Queria muito vacinar as crianças logo para protegê-las da Covid-19, principalmente agora que as aulas vão começar. Para nós é importante demais ter a van do Programa AMOR. A gente mora longe da cidade. Teríamos que pegar ônibus porque não temos condições de pagar táxi para levar em algum postinho para vacinar. Se não fosse a van, a gente não conseguiria vacinar as crianças. Moro há 5 anos aqui no Pequizeiro e eles sempre vêm para dar vacina, fazer consulta médica, dentista, fazer exames. Se não fossem eles, a gente não teria esses serviços”, reconheceu Edivina.

O médico do Programa AMOR, João Alberto Novis, falou sobre a importância de se vacinar as crianças. “Temos visto nos estudos científicos e na prática diária que a vacinação de crianças realmente protege contra o vírus. Cada vez mais vejo relatos de colegas que trabalham em UTIs pediátricas que de fato tem aumentado o número de crianças internadas e todas elas não vacinadas. Avalio a vacinação das crianças como algo essencial”, afirmou.

Além do enfermeiro Marcelo Coelho e do médico João Alberto Novis, fazem parte da Equipe 1 do Programa AMOR o odontólogo Israel Gomes, a técnica de enfermagem, Odete Neves, a técnica de saúde bucal, Nilda Magalhães, a assistente social, Lina Pereira e o motorista, Gilmar Henrique.

Verifique também

Adolescente ao palco durante interação

Adolescentes do Sistema Socioeducativo assistem peça de teatro pela primeira vez

Após a encenação, os internos também subiram ao palco e puderam interagir com o elenco