sexta-feira , 22 outubro 2021
Contra o Fortaleza, Grêmio inicia fase pós-Felipão em busca de encerrar jejum

Contra o Fortaleza, Grêmio inicia fase pós-Felipão em busca de encerrar jejum

O Grêmio vai a campo nesta quarta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza, onde enfrenta o Fortaleza a partir das 20h30, com a missão de encerrar um jejum de quatro jogos sem vitórias, sequência que rendeu a demissão do técnico Felipão na última segunda. Agora sob o comando interino de Thiago Gomes, até então auxiliar permanente, o time precisa vencer com urgência para respirar na briga contra o rebaixamento.


Não há chance alguma de o Grêmio terminar a 26.ª rodada fora da degola, já que ocupa a vice-lanterna com 23 pontos, cinco a menos que o Santos, primeiro time salvo. Diante do cenário angustiante, ainda não está claro como será a fase pós-Felipão nesta reta final de temporada, mas é certo que a diretoria está no mercado em busca de um novo treinador.

Enquanto o novo nome não é definido, a imensa responsabilidade de iniciar uma reação está nas mãos de

Thiago Gomes, que já assumiu o time em outras ocasiões, com duas vitórias, dois empates e uma derrota em cinco jogos no histórico. Com uma missão dura pela frente, Gomes terá que fazer mudanças na equipe, pois há desfalques confirmados.

Douglas Costa e Thiago Santos, que receberam o terceiro cartão amarelo, e Rafinha, expulso na derrota contra o Santos, vão cumprir suspensão. Além disso, há uma possibilidade de problemas para o próximo jogo contra o Juventude, uma vez que 10 dos jogadores à disposição para a partida contra o Fortaleza estão pendurados: Rodrigues, Ruan, Mateus Sarará, Darlan, Fernando Henrique, Lucas Silva, Victor Bobsin, Jean Pyerre, Ferreira e Diego Souza.

Por causa dos desfalques, o lateral-direito Victor Ferraz, o volante Fernando Henrique e o atacante Elias foram convocados para viajar ao Ceará com o restante do elenco. Ferraz estava afastado desde a saída de Tiago Nunes, sem ter chances desde de junho, e Fernando Henrique ficou no banco pela última vez há pouco menos de um mês, na derrota por 1 a 0 para o Flamengo.

O jovem Elias, por sua vez, vinha jogando o Brasileiro de Aspirantes, no qual marcou 12 gols em 13 jogos, e espera novas chances entre os profissionais. “Sempre, nos treinos, procuro fazer muitas finalizações, porque sou atacante. Como meus treinadores sempre dizem: atacante vive de gol. Então procuro trabalhar muita finalização para chegar na hora do jogo, ter a oportunidade e fazer o gol”, comentou.

FORTALEZA – O Fortaleza ainda não deu alegrias aos torcedores desde o retorno do público aos estádios e espera finalmente fazer as pazes nesta quarta-feira, quando recebe o Grêmio. Desde então, foi batido por Atlético Goianiense e Flamengo, ambos por 3 a 0. Ao todo, são cinco jogos de jejum como mandante. Ainda assim é o quarto colocado, com 39 pontos.

A crise que vive o Grêmio não ilude ninguém no Fortaleza. “A pressão é em todos os jogos. É pressão para eles, que estão na zona, e para nós, que ainda não vencemos desde que retornou a torcida. Esse é o Campeonato Brasileiro, não tem para onde correr”, disse o goleiro Felipe Alves.

Em relação a formação que iniciou contra o Flamengo, o técnico argentino Juan Pablo Vojvoda vai realizar duas alterações. Na defesa, Marcelo Benevenuto retorna após cumprir suspensão no lugar de Matheus Jussa. No meio de campo, Felipe será o substituto de Ronaldo, expulso.

A tendência é que o treinador mude também o sistema ofensivo. Após iniciarem no banco de reservas contra o Flamengo e entrarem no decorrer da partida, David e Robson devem aparecer, respectivamente, nos lugares de Edinho e Wellington Paulista.

Verifique também

Kaíque Rocha lamenta empate em sua estreia com a camisa do Internacional

Kaíque Rocha lamenta empate em sua estreia com a camisa do Internacional

O jovem zagueiro Kaíque Rocha lamentou o empate amargo diante do Red Bull Bragantino, por …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *