domingo , 26 junho 2022
Bolsonaro: escolhi meus ministros, coisa que era feita por partidos políticos

Bolsonaro: escolhi meus ministros, coisa que era feita por partidos políticos

O presidente Jair Bolsonaro, durante participação no Brasil Investment Forum 2022, organizado pela ApexBrasil, em São Paulo, repetiu “mantras” que serão utilizados em sua campanha à reeleição. Afirmou que seus ministros não foram escolhidos por partidos políticos; negou escolhas políticas para lotear BNDES, Caixa e Banco do Brasil. “Como você se sente no BNDES onde eu não impus nenhum diretor para você?”, disse o chefe do executivo ao presidente do BNDES, Gustavo Montezano.

Bolsonaro também criticou o PT; comemorou a celeridade conquistada na abertura de empresas; e minimizou a eficácia nas vacinas contra a covid-19. “Tem gente melhor que eu, mas para presidente é self-service”, declarou sobre o processo eleitoral. Ele não citou, contudo, as interferências na Petrobras com a troca de presidentes para conter a alta dos combustíveis.

O presidente ainda voltou a dizer que o agronegócio brasileiro precisa de fertilizantes. “Fomos negociar na Rússia e resolvemos a questão”, avaliou.

O presidente também retomou críticas indiretas ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O chefe do Executivo pediu aos presentes para assistirem ao vídeo da delação do ex-ministro da Fazenda no governo Lula (PT) antes que “um cara resolva bloquear tudo”. “É dono da verdade e da nossa liberdade, parece que esse é o destino dele”, disse o presidente. “Não podemos admitir que alguns dos integrantes desses poderes tenham poder absoluto. Eu quero, não quero, prendo, desmonetizo, abro inquérito”, acrescentou.


Verifique também

Ministro da Justiça nega ter falado com Bolsonaro sobre operação contra Milton Ribeiro

Ministro da Justiça nega ter falado com Bolsonaro sobre operação contra Milton Ribeiro

PAULO SALDAÑABRASÍLIA, DF – Em meio a suspeitas de interferência do presidente Jair Bolsonaro (PL) …