sexta-feira , 21 janeiro 2022
Bancos registram avanço de Covid e fecham agências para descontaminação

Bancos registram avanço de Covid e fecham agências para descontaminação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) vem recebendo relatos de aumento do número de infectados pela variante ômicron no setor.


A quantidade de agências que têm fechado as portas por causa da contaminação de funcionários na nova fase da Covid oscila a cada dia, segundo a entidade.

Os fechamentos variam diariamente e podem durar algumas horas ou até um dia inteiro, dependendo do tamanho da agência, e servem para higienizar o local quando há contaminação confirmada.

Ainda segundo a Febraban, não há prejuízo à prestação dos serviços, porque o atendimento presencial responde por apenas 3% das transações.

O Santander afirma que fechou poucas agências preventivamente, em respeito aos protocolos de saúde e segurança, e que as operações estão mantidas.

O Bradesco diz que o processo de fechamento e abertura de agências é dinâmico. Segundo o banco, os protocolos de afastamento e reposição de funcionários, sanitização, fechamento e reabertura de agências duram, em média, um dia.

Já o Itaú passou a orientar que os funcionários dos escritórios administrativos priorizem o home office diante da explosão de casos no país.

“Quando há suspeita de que um profissional da rede física de agências possa estar com Covid-19, a unidade é fechada temporariamente e a equipe que esteve em contato com este colaborador também é afastada das atividades para que o local passe pelo processo de higienização”, diz o banco em nota.

Verifique também

Evergrande contrata assessores financeiros para lidar com ameaça de credores

Evergrande contrata assessores financeiros para lidar com ameaça de credores

Enquanto enfrenta uma grave crise de liquidez, a incorporadora imobiliária China Evergrande Group anunciou nesta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *