quinta-feira , 9 dezembro 2021
chapolin202-2

Autor de, aproximadamente, 20 furtos a veículos em Cuiabá é preso pela Polícia Civil

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (05.11), um homem de 35 anos investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos da Capital por, aproximadamente, 20 furtos a veículos em Cuiabá. 

A equipe da Derf localizou o investigado em uma casa no bairro CPA 4, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva, decretado pelo juízo da 8ª Vara Criminal de Cuiabá. 

Na residência, os investigadores cumpriram também um mandado de busca e apreensão e localizaram diversas bolsas femininas e mochilas, todas furtadas de veículos das vítimas, além de três bloqueadores remotos de alarmes veiculares.  

Crimes recorrentes

A delegacia especializada iniciou a investigação contra o suspeito a partir da prisão em flagrante dele ocorrida no mês de maio deste ano. Na ocasião, ele foi detido depois de furtar objetos de dentro de um veículo, sem arrombar ao automóvel, apenas utilizando o bloqueador, conhecido popularmente como ‘chapolin’. O suspeito teve a prisão convertida em medida cautelar, com monitoramento eletrônico. 

Contudo, nem o uso da tornozoleira eletrônica o impediu de continuar cometendo o mesmo tipo de crime, conforme apuração da Derf de Cuiabá. 

Nos meses de junho e agosto foram identificados outros três furtos ocorridos em pontos distintos da Avenida Fernando Corrêa da Costa. Em um deles, a vítima parou o veículo nas proximidades de um hotel na avenida e o travou. Após voltar de um compromisso, encontrou o carro destravado, mas sem arrombamento, e notou a falta de pertences como uma mochila que continha um notebook e documentos bancários. Nas outras duas situações, imagens mostram o momento em que o suspeito entra nos carros das vítimas para cometer o furto. 

A apuração apontou ainda que o modo de agir do investigado era sempre o mesmo, usando o destravador de alarmes, e identificou dois veículos, um Renault Sandero e um Gol usados por ele e que sempre apareciam próximos aos carros das vítimas. 

“O suspeito utilizava um dispositivo que simula o controle do veículo da vítima e impede que ela tranque o automóvel.  Dessa forma, ele ficava próximo do alvo e depois que a vítima se afastava do carro, ele entrava e, em menos de 3 minutos, cometia o crime”, explicou o delegado Guilherme Bertoli. 

Todos os crimes ocorreram ao longo da Avenida Fernando Correa, via escolhida por ter inúmeras ruas paralelas que facilitavam a fuga do suspeito. No final do mês de setembro, outro furto ocorrido em um veículo, na região do bairro Santa Terezinha, teve as mesmas características dos crimes cometidos pelo investigado. 

Após o cumprimento do mandado de prisão, ele foi encaminhado para realização de exame de corpo de delito e depois para audiência de custódia da Justiça.

Verifique também

- Foto por: PMMT

Quadrilha é presa em flagrante com drogas, arma e dinheiro no interior

Um dos homens presos estava foragido da justiça