quarta-feira , 10 agosto 2022
picture.jpg

Atriz de ‘Avenida Brasil’ defende seus pais gays

Quem lembra da Ágata, de Avenida Brasil? Na época, a atriz que interpretava a personagem, que ainda é muito lembrada pelo público, tinha apenas 12 anos. A filha de Carminha (Adriana Esteves) sofria com a mãe má, que fazia comentários maldosos sobre o peso da criança. Atualmente, com 17 anos, e afastada das telinhas por um momento, Ana Karolina Lannes continua chamando atenção, também pela relação que mantém com os seus dois pais. De maneira frequente, a famosa, que anda estudante artes cênicas, utilizada as redes sociais para contar o quanta ama os dois homens que a criaram, o tio e o seu companheiro. Além disso, a jovem faz questão de defender a causa homossexual, sempre lembrando de todo o carinho dos dois. Recentemente, Karol Lannes tratou sobre o assunto no TV Fama, da RedeTV!. 

Como conta na entrevista, Karol perdeu a mãe quando ela tinha entre 4 e 5 anos. Desde então, ela foi adotada e criada por uor um dos tios dela. Na infância, a atriz vivia no Rio Grande do Sul, mas com a mudança, ela passou a morar em São Paulo com o tio, que ela chama de pai, e o companheiro. A famosa ainda relembra que o tio conheceu o atual marido um mês depois de ter se mudado para a capital paulista com a então pequena Karol. “Estamos os três há 10 anos juntos, eu e meu padrastro viemos praticamente juntos”, relembra a atriz. 

Karol ainda conta que sempre que pode usa as redes sociais para combater o ódio e o preconceito. Em um dos vídeos, que foi exibido na reportagem, a famosa lembra que estamos no século 21 e que não consegue entender os motivos de ainda existir tanto ódio gratuito. A celebridade afirma que sempre encherá a boca para dizer que tem dois pais gays, que os ama assim e que se não fossem eles, ela não sabe onde estaria hoje. 

A jovem atriz ainda conta que sofreu com algumas piadas na infância, mas que nuncou ligou para isso. Karol revelou que sempre se manteve perto de pessoas boas e por causa disso, nunca passou por situações de preconceito. Além disso, a famosa contou que os dois são bastante ciumentos e que a querem muito perto sempre. 

 

Por NEWS 365

Verifique também

'Achei que estava morto', diz brasileiro baleado na cabeça nos EUA

‘Achei que estava morto’, diz brasileiro baleado na cabeça nos EUA

SÃO PAULO, SP – Passados 11 meses do trauma de ser baleado na cabeça por …