sábado , 27 novembro 2021
b2f55261340287749206abdbd2257480

Aps visita aos principais mercados pblicos paulistas, permissionrios avaliam pontos positivos e falam de expectativas

Após visita técnica a alguns dos principais mercados públicos e centrais de distribuição de alimentos de São Paulo, permissionários do mercado ‘Antônio Moisés Nadaf’, a Feira do Porto, avaliaram pontos positivos e falaram sobre as expectativas em torno das obras de revitalização do local. A reunião que contou com a participação do secretário Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo foi realizada na última sexta-feira (29), na área de estacionamento da Feira do Porto.

O secretário Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo disse que esses já são os primeiros resultados da ação da gestão,  de revitalização do mercado do Porto. “A revitalização não se resume somente a obra física. Tão importante quanto transformar esse espaço, trazendo mais conforto para a sociedade, ofertando produtos de qualidade e um ambiente de trabalho cada vez melhor é estarmos também possibilitando a qualificação dos permissionários e daqueles que atuam no dia a dia no mercado. Essa é uma preocupação da Secretaria Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico e dos órgãos parceiros na iniciativa como o Sebrae e outras entidades”, disse o secretário Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

De acordo com o gestor, as principais questões estão ligadas ao manuseio dos produtos, padrão do atendimento, higienização, uso de equipamentos e vestimentas adequadas, e outros elementos necessários visando a segurança sanitária para àqueles que visitam o espaço. Francisco Vuolo disse que a visita técnica realizada entre os dias 24 e 26 de outubro aos principais mercados paulistas, considerados como referencias no setor e a discussão sobre as impressões dos permissionários vão potencializar o que poderá ser implementado no mercado do Porto. “Nosso objetivo principal é voltar a gestão para o cidadão, garantindo uma gestão humanizada, onde o cidadão seja a peça principal, o capital humano, investindo na qualidade de vida e preparação dessa mão de obra, tornando esse projeto uma referência para todo o estado”, destacou.

Sobre as obras que estão sendo executadas, o secretário Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo disse que estão a pleno vapor. “Essa é uma obra complexa, com quatro etapas sendo a primeira a edificação da parte nova, a segunda, a reestruturação do que já existe, a terceira a implantação dos equipamentos como ar condicionado, ventiladores e a última, a reurbanização de todo o entorno do mercado. “A primeira etapa de edificação está prevista ser entregue no aniversário de 303 anos de Cuiabá, em 2022. O cronograma está sendo rigorosamente cumprido e a ações de qualificação e capacitação oferecidas aos permissionários devem continuar até a entrega oficial da nova estrutura”, salientou o secretário Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

O presidente do Mercado do Porto, Jorge Antônio Lemos Júnior, contou que 15 profissionais participaram da missão técnica. Eles visitaram o Mercado de São Paulo, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ciagesp), Mercadão da Lapa, Mercado Kinjo Yamato, a Zona Cerealista e o Mercadão de Pinheiro. “Essa viagem foi um intercambio de gestão e trazer o que tem de melhor nesses mercados que são referência, para Cuiabá”, disse Jorge Antônio Lemos Junior.

Entre as questões observadas pelos permissionários Jorge Antônio Lemos destacou a higienização e limpeza, a disposição e arrumação das bancas, a grande visitação por parte de turistas, o atendimento qualificado. “Com tudo o que vimos temos certeza que Cuiabá tem um grande potencial e, muitos pontos positivos estaremos colocando  em prática no mercado do Porto”, disse.

Sobre as obras Jorge Antônio Lemos disse que a expectativa entre os permissionários é muito grande. “As obras estão sendo executadas dentro do prazo e a expectativa entre os permissionários é grande. Com a revitalização teremos uma nova estrutura para atender nossos clientes e os turistas, com o que há de melhor”, disse o presidente do mercado do Porto.

O mercado do Porto tem 149 permissionários ativos devidos em setores – de folhas, frutas, farinhas, queijos e doces, lanchonete, confecção, peixe e açougue.   

 

Verifique também

Secretária Rosamaria Carvalho encerra CIB - Comissão Intergestores Bipartite

Ações da Assistência Social são discutidas em IV Reunião Ordinária

O evento realizado através da secretaria adjunta de Assistência Social (Saas) contou com a participação de gestores e técnicos dos municípios do Estado