sábado , 16 outubro 2021
Adnet faz piada com áudio de Bolsonaro em que pede desmobilização a caminhoneiros

Adnet faz piada com áudio de Bolsonaro em que pede desmobilização a caminhoneiros

O humorista Marcelo Adnet fez piada depois que o áudio do presidente Jair Bolsonaro fazendo apelo para que os caminhoneiros liberem as rodovias federais foi confundido com uma imitação do artista. Em uma sátira, Adnet gravou um áudio em que pede para os caminhoneiros saírem da boleia dos caminhões e dançarem Macarena, o hit espanhol, até “aquele outro pedir para sair”, numa alusão ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, principal alvo das críticas do presidente.


“O áudio que circulou é falso e este é o verdadeiro para vocês permanecerem aí e começarem a dançar Macarena, agora, 3h15 da manhã, e não pararem mais. Não quero ver ninguém na boleia, hein? Todos para fora dos caminhões, dançando a Macarena até aquele outro pedir para sair, tá ok?”, diz Adnet imitando a voz de Bolsonaro. Os bloqueios começaram durante as manifestações do 7 de Setembro convocadas pelo presidente. A pauta dos manifestantes é de defesa do governo federal e ataques ao STF. Para ouvir o áudio, basta clicar aqui.

Nesta quarta, 8, após paralisações dos caminhoneiros interditarem estradas em vários Estados, o governo se mobilizou para tentar conter os protestos. O próprio presidente Jair Bolsonaro gravou um áudio, e o ministro de Infraestrutra, Tarcísio de Freitas, um vídeo, para tentar desmobilizar os manifestantes.

Na mensagem, Bolsonaro trata os caminhoneiros como “aliados” e apela para que os manifestantes desobstruam as vias porque “atrapalha nossa economia”. “Fala para os caminhoneiros aí que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo, em especial os mais pobres. Dá um toque nos caras aí para liberar. Deixa com a gente em Brasília aqui agora. Não é facil negociar com outras autoridades, mas vamos fazer nossa parte, vamos buscar uma solução para isso”, afirma o presidente na gravação.

A mensagem, no entanto, não foi bem recebida por parte dos grupos. Manifestantes acharam que se tratava de um áudio antigo, ou que Bolsonaro estaria mentindo ao querer o fim da paralisação. Outros também criticaram o recuo do presidente.

Em um vídeo também divulgado na noite desta quarta-feira, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, confirma a autenticidade do áudio enviado pelo presidente e reforça o apelo para que liberem as vias. “Esse áudio é real, é de hoje, e mostra a preocupação do presidente com a paralisação dos caminhoneiros. A paralisação ia agravar os efeitos na economia, que ia impactar os mais pobres, os mais vulneráveis. Já temos hoje um efeito no preço dos produtos em função da pandemia”, diz Tarcísio.

Verifique também

Renan vai propor indiciamento de Bolsonaro e dois ministros em relatório da CPI

Renan vai propor indiciamento de Bolsonaro e dois ministros em relatório da CPI

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), decidiu …