quinta-feira , 9 dezembro 2021
O sistema é todo interligado, com biodigestor e depósito de água

Ações da Empaer impulsionam produção de leite e agricultora familiar se torna referência na Baixada Cuiabana

A produtora familiar Eliete Rosa Luiz, 53 anos, está próximo de alcançar a meta de produzir 100 litros de leite por dia. A conquista é fruto do trabalho de assessoramento e assistência técnica da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), via Pronaf Mais Alimentos, que permitiu a aprovação de uma linha de crédito que irá dar condição à agricultura para adquirir mais vacas leiteiras.

A sua propriedade é uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) que vem sendo acompanhada por técnicos da Empaer e será referência para mais de 140 produtores da região que compreende a Baixada Cuiabana. Com uma área de 17 hectares, está localizada na comunidade Nossa Senhora Aparecida, em Várzea Grande.

Feliz, Eliete ressalta que conseguir o crédito é mais um dos muitos desafios e barreiras que o pequeno produtor precisa superar. Ela destaca que sem a orientação da Empaer isso não seria possível. “É uma luta diária com a lida da terra que não é fácil, por ser sozinha. Agora, com o crédito, vou comprar as vacas e trabalhar ainda mais pra chegar ao tão sonhado ‘100 litros de leite por dia’ e poder ter a garantia de uma renda e honrar as contas do mês. Com o dinheiro vou ficar com 10 vacas e fornecer leite para a cooperativa da região que faço parte desde a fundação e hoje sou uma das diretoras”, completa.

O consultor de negócios do Sicredi Centro Norte, Osvaldo Fiorante Biazi, destaca a importância de ter um projeto e um assessoramento que identifique a necessidade do produtor. “A parceria com a Empaer fez toda diferença. Conseguimos promover uma interação e identificamos o potencial e o que gera receita para o produtor, com isso, conseguimos conceder o crédito. Um projeto bem estruturado faz toda diferença”. 

Segundo o técnico da Empaer, Gilmar Brunetto, o objeto é fortalecer a cadeia produtiva de leite melhorando a produção e atrair mais produtores para região.  “A URT da Eliete será uma referência e um espaço para capacitações, palestras e dias de campo. Estamos atuando para oferecer qualificação e consequentemente qualidade aos produtos e melhora na renda de agricultores familiares”, pontua.

Na propriedade já foi realizado o manejo de solo, construído curau, pocilga, sistema de irrigação, a área dividida com plantações de capiaçu e milho. Foi construído um biodigestor e um depósito de água, sendo o sistema todo interligado.

Dona Eliete recebendo orientação do técnico da Empaer, Gilmar Brunetto – Foto: Empaer

Verifique também

Éden Costa

Cantor e compositor Éden Costa lança álbum inédito e realiza workshop de produção musical

O projeto “Composições da Vida”, selecionado no edital MT Nascentes, reúne 11 canções